Home / Dicas / Vida longa aos tênis!

Vida longa aos tênis!

 

 

Tênis são calçados valentes, desenvolvidos para suportar os mais diferentes impactos. No entanto, se bem cuidados, podem ter sua vida útil prolongada.

A forma de higienização, por exemplo, pode fazer muita diferença em sua conservação. De couro ou lona, nobuck ou camurça, eles nunca devem ser encharcados durante a lavagem. O ideal é que sejam limpos a seco. Hoje, muitas empresas utilizam solventes químicos, que facilitam a remoção de manchas e sujeiras sem causar danos.

Mas, se não for possível utilizar este serviço, os tênis podem ser lavados em casa, à mão. A recomendação é usar somente uma esponja  ou escovinha, água e sabão. O enxágue para retirada dos resíduos deve ser superficial, sem  encharcar o calçado. O excesso de água deve ser retirado com um pano limpo e seco.

 

 

limpando-tenis

Em casa, o ideal é lavar os tênis à mão, com água e sabão

 

Por praticidade, muitos preferem lavar os tênis na máquina. Felizmente, hoje muitos modelos são desenvolvidos para resistir à lavagem automática. Mas, mesmo assim, alguns cuidados não devem ser deixados de lado. A recomendação é que sejam colocados em sacos protetores, próprios para este uso.

O ciclo de lavagem deve ser suave para não forçar as costuras do calçado e nem sobrecarregar o aparelho. Há quem lave as toalhas da academia juntamente com os tênis para amortecer o impacto com o tambor.

 

tênis na máquina

Na máquina, os tênis devem ser lavados em saquinhos próprios para isto

 

Independentemente do tipo de lavagem escolhido, os cadarços devem ser lavados separadamente, assim como as palmilhas.

Já a secagem deve ser sempre ao natural, em temperatura ambiente, à sombra e em local arejado. Os tênis nunca devem ser colocados em secadoras, já que o calor em excesso pode deformar sua estrutura permanentemente. O uso de secador de cabelo também deve ser evitado. E não se deve deixar os calçados secando atrás da geladeira. 

Os tênis só devem ser guardados quando estiverem completamente secos para evitar possíveis odores, a proliferação de fungos ou a formação de bolor. No armário, quando soltos, devem sempre ficar na posição horizontal. Mas, também podem ficar pendurados em cabides próprios. O importante é que os pares nunca fiquem sobrepostos para evitar deformações.

 

cabide para tênis

No armário, os tênis podem ser guardados em cabides próprios

 

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Não basta ser estampado… tem que ser bordado!!

  Para quem gosta de sapatos que fogem do óbvio, com detalhes especiais, esta temporada …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *