Home / Astros & Estrelas / Stiletto Dance – a dança sobre salto alto popularizada por Beyoncé

Stiletto Dance – a dança sobre salto alto popularizada por Beyoncé

A stiletto dance é uma das mais recentes manias nas academias de todo o mundo. Popularizada por grandes divas pop, em especial pela cantora Beyoncé, a dança sobre salto alto combina atividade física intensa à sensualidade, sem escorregar para a vulgaridade.

Ao som  contagiante de grandes sucessos das pistas, a stiletto dance envolve movimentos ritmados de jazz e street dance, além de muitos gestos com as mãos, pés, ombros e quadris. E, claro, muita jogada de cabelo e expressões faciais provocativas.

Em uma única aula é possível queimar até 600 calorias. O esforço muscular é intenso em todo o corpo. O salto ajuda na melhora da postura e do equilíbrio. Também reforça a musculatura das pernas, em especial das panturrilhas. Como bônus, há aspecto psicológico, com o reforço da autoestima e da confiança.

A stiletto dance surgiu no Broadway Dance Center, em Nova York, a partir da necessidade de seus dançarinos treinarem para apresentações sobre salto alto em clips, shows, propagandas e espetáculos teatrais.

Há algum tempo, os vídeos do bailarino francês Yannis Marshall em incríveis performances de stiletto dance, em saltos muito altos, chamaram a atenção de internautas de todo o mundo.

Mas, especialistas alertam: antes de iniciar qualquer atividade física, é preciso buscar orientação de um profissional sério. Não há restrição de idade para a prática da stiletto dance, mas a modalidade não é indicada para quem sofre de qualquer tipo de lesão muscular ou problemas de coluna.

Não há um tipo de sapato específico para este tipo de dança, mas os saltos nunca devem ultrapassar 10 centímetros.

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Carolina Herrera exalta o poder feminino através do salto alto.

  “Dê a uma garota os sapatos certos e ela conquistará o mundo”… esta famosa …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *