Home / Momentos & Emoções / Sandálias amarelas por uma boa causa

Sandálias amarelas por uma boa causa

A moda é ainda mais bonita quando ajuda a criar uma corrente do bem. O designer americano Stuart Weitzman apostou nisso com a criação de uma sandália especialmente para um projeto social internacional.

A sandália Nearly Nude foi criada para o projeto Shoes for People, resultado de uma parceria com a organização não governamental Pencils of Promise. O modelo, de linhas simples, é confeccionado somente em amarelo, cor que representa a instituição.

 

 

Stuart-Weitzman-NearlyNude-Yellow

A Nearly Nude de Stuart Weitzman é produzida somente na cor amarela

 

A Pencils of Promise tem como missão levar educação de qualidade a crianças de Gana, Guatemala e Laos. Desde 2009, quando foi fundada, a ong já construiu mais de 343 escolas, que hoje atendem mais de 33 mil crianças de regiões de grande vulnerabilidade social.

A sandália amarela Nearly Nude, que tem sido vista nos pés de inúmeras celebridades, é vendida somente através do site de Stuart Weitzman, por US$ 398,00 (cerca de R$ 1.396,00). Toda a renda obtida com a venda do modelo é revertida para o projeto Shoes for People.

A moda é ainda mais bonita quando ajuda a criar uma corrente do bem. O designer americano Stuart Weitzman apostou nisso com a criação de uma sandália especialmente para um projeto social internacional. A sandália Nearly Nude foi criada para o projeto Shoes for People, resultado de uma parceria com a organização não governamental Pencils of Promise. O modelo, de linhas simples, é confeccionado somente em amarelo, cor que representa a instituição.     A Nearly Nude de Stuart Weitzman é produzida somente na cor amarela   A Pencils of Promise tem como missão levar educação de qualidade a crianças de Gana,…

User Rating: Be the first one !

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Asics lança tênis em prol da campanha Outubro Rosa – #corracontraocancer

  A Asics Brasil lançou neste mês uma edição mais do que especial do tênis …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *