Home / Lançamentos / Patches que podem ser facilmente trocados dão toque pessoal a calçados.

Patches que podem ser facilmente trocados dão toque pessoal a calçados.

Quem não gosta de produtos que podem ganhar um toque pessoal? Algo personalizado, sem a mesmice das linhas de produção?

 

Aí está a graça da customização! Eu adoro e sinceramente acho que deveriam haver mais produtos com este tipo de pegada no mercado.

Alguma empresas já têm apostado neste desejo de exclusividade com facilidade. Uma delas é a Valentina, que apresentou uma coleção de sapatos femininos customizáveis na Francal 2016 (Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios, realizada de 26 a 29/6, em São Paulo).

 

A linha Valentina para o Verão 2017 conta com espadrilles e alpargatas que podem ser customizadas com patches variados.

 

 

2 - _DSC9681

Os sapatos da nova linha Valentina podem ser customizados com patches variados.

 

No total, são 18 patches diferentes, vendidos separadamente, que podem ser combinados ao gosto de cada cliente.

A nova coleção customizável da Valentina é inspirada em três conceitos que deverão marcar a moda no verão 2017 – Natural Beauty (valorização da beleza natural através de detalhes como crochê, corda, lona e linho), New Romance (delicadeza de estampas e bordados florais, laços, amarrações e rendas) e Tropical Vibration (referências étnicas, cores vibrantes, franjas e amarrações).

 

Bordados estão entre os destaques da linha Valentina para o verão 2017.

 

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Louboutin se inspira no Brasil para nova coleção de sapatos!

  O designer francês Christian Louboutin nunca escondeu sua paixão pelo Brasil.   Tanto que …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *