Home / Novidades / Os sete tons de nude de Louboutin

Os sete tons de nude de Louboutin

Muito se fala em diversidade. Mas, nem todos os mercados estão adaptados à realidade que esta questão tão importante representa.

Um exemplo claro disto está no mundo da moda. Das mais populares às renomadas grifes, algo nude é necessariamente algo em tons claros, que não representam a variedade de tons de pele existentes.

Para se adaptar ao seu amplo universo de consumidoras, o designer francês de calçados Christian Louboutin lançou em 2013 a linha Nude Collection, composta por seus tradicionais e desejados scarpins de solado vermelho em cinco tons diferentes de pele.

 

nudes

A linha Nude Collection de Louboutin foi criada em 2013

 

A iniciativa deu tão certo que a marca está expandindo a linha com uma coleção de sapatilhas. A novidade é que agora os modelos estão disponíveis em sete tons.

 

Bailarinas Louboutin

As novas flats Louboutin estão disponíveis em sete tons diferentes de nude

 

As flats, chamadas de Solasofia, já estão à venda desde a última semana nas lojas da marca no exterior por US$ 595 (cerca de R$ 2,1 mil).

 

Muito se fala em diversidade. Mas, nem todos os mercados estão adaptados à realidade que esta questão tão importante representa. Um exemplo claro disto está no mundo da moda. Das mais populares às renomadas grifes, algo nude é necessariamente algo em tons claros, que não representam a variedade de tons de pele existentes. Para se adaptar ao seu amplo universo de consumidoras, o designer francês de calçados Christian Louboutin lançou em 2013 a linha Nude Collection, composta por seus tradicionais e desejados scarpins de solado vermelho em cinco tons diferentes de pele.   A linha Nude Collection de Louboutin foi criada em 2013…

0

User Rating: 4.5 ( 1 votes)

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Louboutin se inspira no Brasil para nova coleção de sapatos!

  O designer francês Christian Louboutin nunca escondeu sua paixão pelo Brasil.   Tanto que …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *