Home / Curiosidades / Os dez sapatos masculinos mais caros do mundo

Os dez sapatos masculinos mais caros do mundo

Para alguns homens, os sapatos podem ser somente mais uma peça de vestuário. Mas, hoje muitos já se mostram mais interessados em buscar modelos que ofereçam maior conforto e elegância para o dia a dia.

Além disso, assim como no universo feminino, há agora um forte mercado de produtos de luxo voltados para os homens. Em seu segmento de moda, alguns calçados apresentam produção limitada e preços elevados. Bem elevados.

Segundo lista elaborada pelo site brasileiro Top 10 Mais! (www.top10mais.org), que faz rankings sobre os mais variados assuntos, estes são hoje os sapatos masculinos mais caros do mundo…

 

10° – Tênis Fila com cristais Swarovski – US$ 585 (cerca de R$ 2.059).

Swarovski studded Fila tenis mais caros do mundo

 

 

 

 

 

 

Este modelo de tênis esportivo, chamado de Fila FX2, foi especialmente criado para celebrar o 100º aniversário da marca italiana Fila, em 2011. Seu lançamento foi em edição limitada. Apenas cem pares foram produzidos em duas cores de fundo: preto e branco.

 

9° – Sapatos Stefano Bemer – US$ 2.000 (cerca de R$ 7.040).

Stefano Bemer sapatos masculinos caros 

Reconhecido mundialmente como um dos melhores criadores de sapatos confeccionados à mão, Stefano Bemer leva cerca de três meses para finalizar um único par. Seus modelos geralmente são produzidos com materiais exóticos, como pele de sapo ou de camelo.

 

8° – Sapatos Diamond Studded by Aubercy – US$ 4.510 (cerca de R$ 15.875).

O modelo Phil de Aubercy é produzido somente na cor preta, com diamantes incrustados. O tamanho das pedras e os desenhos formados por elas podem ser escolhidos pelo cliente.

 

7° – Tênis Nike Gold High Dunks – US$ 5.405 (cerca de R$ 19.025)

 

Golden Nike

 

Os tênis dourados da Nike, chamados de Gold High Dunks, parecem ter sido mergulhados em ouro puro. Até mesmo os cadarços são dourados e apresentam o mesmo brilho do couro. Peça de colecionador.

 

6° – Sapato Louis Vuitton – US$ 10.000 (cerca de R$ 35.200).

Para acabar com sua imagem de marca feminina, a grife lançou em 2010 um modelo de sapato masculino criado pelo designer francês Christian Louboutin. Confeccionado em couro de jacaré encerado e forrado com couro glove-soft, possui estilo fashion com um toque retrô.

 

5° – Tênis Nike Gold Runners – US$ 24.000 (cerca de R$ 84.480)

Gold-Runners-tenis-masculino-mais-caros-do-mundo

Confeccionado a partir de 620g de ouro puro com inspiração nos clássicos tênis de corrida, este modelo foi lançado pela Nike em 2007.

 

4° – Tênis Nike Air Zoom Kobe 1 – US$ 30.000 (cerca de R$ 105.600).

nike-zoom-kobe-i

Esta linha composta por somente quatro modelos foi lançada pela Nike com exclusividade nos Estados Unidos. Cada um deles conta com um desenho em referência a uma cidade diferente dos Estados Unidos (Los Angeles, Chicago, Texas e Nova York). Somente 25 pares, em caixas de madeira autografadas por Kobe Bryant, foram colocados à venda. O preço elevado foi justificado por uma causa nobre: 10% do valor arrecadado foi doado a instituições de caridade das cidades homenageadas.

 

3° – Sapato Testoni – US$ 38.000 (cerca de R$ 133.760).

 Mens dress shoes da casa de Testoni sapatos masculinosMens dress shoes da casa de Testoni sapatos masculinos

Testoni é uma casa de sapatos de luxo, fundada em Bolonha, na Itália, em 1929, por Amedeo Testoni. Os sapatos produzidos pela empresa são resistentes à água, a partir da melhor e mais resistente pele de jacaré do mundo. Em seu interior, o forro é de pele de cabra. Entre os modelos mais caros da marca está o Monk com fivela de ouro.

 

2° – Tênis Nike Diamond Air Force 1 – US$ 50.000 (cerca de R$ 176.000).

Diamond studded Air Force 1 sapatos mais caros do mundo

Modelo Nike, em homenagem ao avião Air Force 1, que transporta o presidente norte-americano, com detalhes incrustados com diamantes de 11 quilates, fundidos em metal durado.

 

1° –  Tênis Nike Air Jordan Silver – US$ 60.000 (cerca de R$ 211.200).

Tênis produzido pela Nike em prata e couro para homenagear o ídolo do basquete Michael Jordan, embaixador da marca.

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Não basta ser estampado… tem que ser bordado!!

  Para quem gosta de sapatos que fogem do óbvio, com detalhes especiais, esta temporada …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *