Home / Curiosidades / Mojito Shoe – um modelo que desafia conceitos e a Lei da Gravidade.

Mojito Shoe – um modelo que desafia conceitos e a Lei da Gravidade.

 

Vocês já ouviram falar no Mojito Shoe? Trata-se de um modelo de sapato feminino desenvolvido pelo arquiteto britânico Julian Hakes.

 

Mas, não é qualquer sapato. Suas linhas curvas, tão simples quanto um mero rabisco, são um verdadeiro desafio aos conceitos de moda. E certamente, à Lei da Gravidade.

 

 

Com vocês, o incrível e ousado Mojito Shoe. 

 

 

 

 

O Mojito Shoe não possui apoio para a parte central dos pés. Os únicos pontos de apoio estão sob os dedos e o calcanhar.

 

 

A estrutura minimalista do Mojito Shoe é surpreendente.

 

“Por que os sapatos de salto alto precisam de um apoio no meio dos pés, se quando vemos uma pegada na areia, por exemplo, fica evidente que a força da gravidade se direciona no calcanhar e na planta dos pés?”, questiona Julian Hakes.

Não faz pergunta difícil, Julian! Alguém aí já tinha parado para pensar nisso. Eu não…

 

Criador e criatura: Julian Hakes e o Mojito Shoe.

 

Julian Hakes trabalhou no desenvolvimento do Mojito Shoe por dois anos. O resultado é uma verdadeira obra de arte.

 

 

Moda ou arte?

 

 

Mas, a questão que não quer calar: é confortável? Ou indo diretamente ao ponto: é possível caminhar com este lindo, mas inusitado, sapato?

 

Segundo o próprio Julian, as pessoas se surpreendem com o conforto e a estabilidade que o Mojito Shoe oferece.

 

Dá só uma olhada no depoimento dele sobre este trabalho incrível:

 

 

O modelo mais básico do Mojito Shoe, que está disponível em diferentes cores e texturas, custa £155 (cerca de R$ 670).

 

 

Alguém aí se arrisca?

😮

 

 

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Você conhece todos os tipos de botas?

  Botas são muito mais do que calçados quentinhos… botas são puro estilo!!   Oh, …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *