Home / Novidades / Pés frios? Palmilhas tecnológicas com aquecimento podem ser a solução.

Pés frios? Palmilhas tecnológicas com aquecimento podem ser a solução.

O inverno ainda nem chegou e as temperaturas já estão despencando nas regiões sul e sudeste do Brasil.

 

Aqui em São Paulo, a chuva tem deixado os dias ainda mais frios. Aí, vale tudo para conseguir se aquecer: calor humano, uma bebida quente, casaco reforçado, touca, cachecol, meia de lã, bota…

Mas, e se mesmo assim os pés insistem em ficar gelados? Quando isto acontece, parece que todo o resto do corpo se recusa a aquecer…

 

41483-Stay-Strong-Winter-Is-Coming

 

 

 

 

Calma, que nem começou ainda…

 

 

 

Bem que poderiam existir calçados com fonte própria de aquecimento! Mas, nem tudo está perdido!

 

Palmilhas com aquecimento elétrico

 

Mesmo que ainda não muito populares, ao menos as palmilhas com aquecimento elétrico já estão disponíveis no mercado.

Elas funcionam com bateria recarregável de lítio, com duração média de até cinco horas, dependendo do modelo e da marca. Em algumas versões mais modernas, através de um controle remoto, é possível ajustar dois níveis de temperatura média: 37 ou 43 graus.

O acessório é muito utilizado em países onde o inverno é bastante rigoroso e por ciclistas que costumam pedalar em qualquer condição climática.

 

thermacell-heated-insoles-remote-rechargable-shoe-inserts

Palmilhas elétricas tradicionais são recarregáveis. Algumas funcionam a partir de controle remoto

 

O par de palmilhas elétricas tradicionais pode custar até US$ 129 (cerca de R$ 450) e pode ser adquirido em lojas virtuais de atendimento internacional.

No entanto, no ano passado, uma empresa francesa foi além do conceito de mero utilitário e lançou um modelo super moderno, repleto de funções tecnológicas.

 

Palmilha tecnológica controlada pelo smartphone

 

A Digitsole, da Zhor Tech, é uma palmilha totalmente interativa, controlada a partir de smarphones Android e iOS (superiores a iPhone 4S e Android 4.4).

Além de aquecer os pés, a palmilha calcula os passos percorridos e as calorias queimadas durante o dia.

A palmilha Digitsole, que é à prova d´água, é equipada com um termostato capaz de manter os pés aquecidos a 30ºC em ambiente de -25ºC. As temperaturas são ajustáveis em um aplicativo específico, que também apresenta relatórios diários de uso.

 

digitsole 1

A palmilha digital é controlada através de um aplicativo em smartphones

 

Sua bateria possui autonomia de sete a oito horas de uso contínuo. O recarregamento é feito através de uma entrada de cabo micro-USB.

digitsole usb

Recarregável, a palmilha digital tem autonomia de até oito horas de uso contínuo

 

Equipada com Bluetooth 4.0, conta ainda com uma almofada de impacto para proteger o calcanhar.

A Digitsole, que é ajustável à vários tipos de calçados, custa cerca de US$ 199 (aproximadamente R$ 696) e está do número 36 ao 46.

 

 

E então? O inverno está chegando… é preciso estar preparado.

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Francal 2017 começa neste final de semana em São Paulo.

  A Francal 2017 – Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios terá início …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *