Home / Curiosidades / Defesa pessoal de salto alto – Não é vaidade, é prevenção.

Defesa pessoal de salto alto – Não é vaidade, é prevenção.

Algumas mulheres estão levando muito a sério a expressão “enfrentar a vida sem descer do salto”.

Não é por vaidade. É por segurança.

Há algum tempo, academias de todo o mundo têm oferecido uma nova modalidade de treinamento: autodefesa sobre salto alto. Porque, afinal, é preciso estar preparada para enfrentar o perigo em qualquer circunstância.

Nas grandes cidades, onde há muitas mulheres executivas e os altos índices de violência refletem diretamente do dia a dia, este tipo de curso vem ganhando bastante popularidade.

Aulas de autodefesa são populares nos Estados Unidos

Em Nova York, Avital Zeisler, uma ex-bailarina de 26 anos, foi uma das precursoras do estilo. Em um estúdio em Midtown Manhattan ensina o método Soteria, que usa o salto alto como arma, a cerca de 30 mulheres. Cada aula, que é bastante concorrida, custa US$ 80 (cerca de R$ 280).

 

auto defesa com salto

Avital Zeisler, instrutora de autodefesa sobre salto alto, em Nova York

O objetivo é mostrar para as mulheres que elas podem se defender de agressores independente do que estejam vestindo ou calçando, a partir de técnicas de Krav Maga e Muay Thai.

Em seu canal no Youtube (The Soteria Method), Avital mostra um pouco de seu trabalho e dá algumas dicas.

A técnica Soteria surgiu a partir de uma experiência pessoal traumática

Avital passou a se dedicar ao ensino de autodefesa após uma experiência pessoal traumática – aos 19 anos foi abusada sexualmente pelo próprio namorado. Depois de uma temporada em Israel, onde se especializou em Krav Maga, ela desenvolveu o método Soteria (nome grego para a deusa da Segurança), que mescla defesa pessoal e fitness.

Para a jovem, que escreveu um livro sobre o tema (Weapons of Fitness, que não foi lançado no Brasil), as mulheres não devem alterar sua aparência física muito menos comprometer sua feminilidade para evitar agressões. “Quando ensino defesa pessoal, quero ter certeza que é algo autêntico para as mulheres”, afirma. “É possível tirar vantagem de um sapato de salto alto em uma situação de perigo”.

Aulas de autodefesa sobre salto no Brasil

No Brasil, o conceito de autodefesa sobre salto alto ainda não é muito comum. Mas, nos grandes centros urbanos, já é possível encontrar academias que oferecem este tipo tão específico de aula. Em uma rápida pesquisa no Google são mostradas algumas opções. Para quem se interessou e quer conhecer um pouco mais sobre o assunto, há grande variedade de vídeos disponíveis no Youtube.

Mas, quem realmente pretende aprender esta técnica deve ficar atento: toda atividade física deve ter orientação médica e ser acompanhada por um profissional capacitado.

 

 

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Modelo da Puma com assinatura de Rihanna é eleito “Sapato do Ano”.

  Rihanna é mesmo poderosa!!       Diva.       E alguém ainda …

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *