Home / Curiosidades / A arte de grandes pintores a seus pés.

A arte de grandes pintores a seus pés.

 

Patrimônio da humanidade, as grandes obras de arte já serviram de inspiração para inúmeras releituras.

 

Na moda, não poderia ser diferente.

Em uma edição limitada para a rede de lojas Neiman Marcus, a designer Charlotte Olympia criou uma coleção de sapatos femininos com referências de obras icônicas de seis grandes pintores – Roy Liecthtenstein, Vincent Van Gogh, Piet Mondrian, Pablo Picasso, Jackson Pollock e Robert Delaunay.

 

Cada calçado da coleção de Charlotte Olympia para a Neiman Marcus foi pintado à mão pela artista plástica Boyarde Messenger.

 

Charlotte Olympia e Boyarde Messenger em apresentação de coleção especial na Neiman Marcus.

 

A coleção é composta somente por scarpins de saltos altíssimos e plataformas douradas, como molduras clássicas que finalizam os quadros. Muito, muito femininos.

Olha só como foi realizado este trabalho tão minucioso…

 

 

Através desta parceria artística foram criados somente seis modelos exclusivos. Um mais incrível que o outro!

 

Charlotte-Olympia-at-Art-Basel-2012-Picasso

 

 

 Pablo Picasso

 

 

 

 

5-Colecao-de-sapatos-da-Charlotte-Olympia-com-estampas-de-obras-de-arte

 

 

 

Vincent Van Gogh

 

 

6-Colecao-de-sapatos-da-Charlotte-Olympia-roy lichtenstein

 

 

 

Roy Liecthtenstein

 

 

 

4-Colecao-de-sapatos-da-Charlotte-Olympia-Mondrian

 

 

 

Piet Mondrian

 

 

3-Colecao-de-sapatos-da-Charlotte-Olympia-Robert Delaunay

 

 

 

Robert Delaunay

 

 

2-Colecao-de-sapatos-da-Charlotte-Olympia-Jackson Pollock

 

 

 

Jackson Pollock

 

 

 

 

Apenas cem pares foram produzidos para esta série limitada de sapatos de Charlotte Olympia e Boyarde Messenger.

 

E, claro, não sobrou nenhum na loja para contar história…

Afinal, você também não gostaria de ter estas pinturas magníficas aos seus pés?

 

Sobre Ana Bernardinelli

Quem sou eu? Pergunta difícil, até porque ainda não encontrei a resposta. Mas, uma certeza é que desde muito cedo soube que queria escrever. Sobre tudo. Dos tempos em que brincava de “fazer jornal”, com o meu fictício “O Linguarudo”, até meus textos adolescentes em “Penúltima Palavra – porque a última é sempre da diretora”, o periódico da escola, fui confirmando meu desejo. Ainda cursando Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, no coração da sempre incrível Av. Paulista, comecei a trabalhar na área. Já formada, passei por emissoras de rádio FM e AM. Também trabalhei em revistas – de automóveis, brinquedos e variedades, além de prestar serviços para empresas e entidades de classe com textos corporativos. Nos últimos anos, fui repórter do mais importante semanário da Zona Norte de São Paulo. Apaixonada por história da arte, cultura pop, música, cinema e literatura, tenho ainda um grande vício. Sim, confesso: sou sapatólatra. Em estágio avançado. E sem esperanças de cura. Simplesmente não resisto ao desejo de buscar novidades e curiosidades sobre este objeto que ultrapassa sua definição e se mistura com tantas emoções. Porque por trás de um belo par de sapatos, há sempre uma grande história. Aqui, no entanto, está a minha terapia! Vocês agora são meus convidados para esta aventura fashion! Ana Bernardinelli

Veja também...

Não basta ser estampado… tem que ser bordado!!

  Para quem gosta de sapatos que fogem do óbvio, com detalhes especiais, esta temporada …

One comment

  1. Ângelo Bernardinelli

    Adorei a matéria. Quanto será que custou cada par?

Deixe uma resposta

Conecte-se com:



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *